Plano de Parto - Beta Imagens

Área do Cliente

Manuais da Gestante - Plano de Parto

Plano de Parto é uma ferramenta que pode garantir uma melhor qualidade na assistência do seu parto e uma experiência mais satisfatória dele. Pode ser feito em parto natual ou cesariana.

É um documento feito pela gestante, onde fica registrado por escrito tudo aquilo que ela deseja da assistência médica e hospitalar em relação ao seu trabalho de parto, parto e nos cuidados com o recém-nascido no pós-parto imediato.


Não fique constrangida em fazer seu plano de parto.

Este é um documento garantido pela legislação brasileira e tão importante que é recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) para melhorar, no mundo todo, o nível do atendimento oferecido às parturientes e recém-nascidos. Segundo diretrizes do Ministério da Saúde sobre pré-natal e parto, cabe a profissionais de saúde perguntar se a mulher tem um plano de parto escrito, ler e discutir com ela, levando-se em consideração as condições para a sua implementação, tais como a organização do local de assistência, limitações (físicas, recursos) relativas à unidade e a disponibilidade de certos métodos e técnicas.

Ou seja, o profissional que acompanhar você deve, por lei, receber e conversar sobre o seu plano de parto ao longo da gravidez, embora fique a critério da equipe médica tomar decisões finais sobre a forma mais segura de conduzir o parto e quaisquer procedimentos ligados a ele.


Como funciona o Plano de Parto?

O que saber antes de fazer seu Plano de Parto?
Procure em primeiro lugar conhecer como acontece o parto (suas fases, o que você irá sentir em cada fase, o que é seguro e necessário) e sobretudo como acontecem as principais intervenções médico-hospitalares e porque elas acontecem como rotina.

Temos uma consulta aqui na Beta Imagens onde falamos muito sobre isso, ou você pode falar com sua obstetra!

Exemplo dessas intervenções são: o citocina sintética, episiotomia, analgesia, posição obrigatória no expulsivo, intervenções do recém nascido.

É muita informação, sem dúvida!

Um bom curso de preparação pode ajudar muito, sobretudo os oferecidos por doulas, obstetrizes ou enfermeiras obstetras que não tem qualquer vínculo com equipes ou hospitais. Elas defendem os interesses dos casais e não das práticas rotineiras de instituições e por isso mesmo tem um olhar mais crítico e atualizado em evidências. Mas para quem não tem acesso há muito material de qualidade em livros e na internet.

O norte da humanização e do plano de parto é trazer suas preferências baseadas em boas informações e na evidência científica atualizada e por incrível que pareça isso não é tão difícil de conseguir. Importante lembrar que os hormônios do parto são os mesmos liberados em uma relação sexual, precisamos de condições muito semelhantes para liberar os hormônios e ter um parto fisiológico. Sentir-se em privacidade, não observada nem julgada e segura são questões fundamentais e que constar no seu plano de parto também.

Como fazer seu plano de parto?

Em formato de lista ou carta, deve estar descrito suas preferências quanto a questões como:

  • Local de parto escolhido;
  • Quem é o seu acompanhante de escolha (garantido por Lei Federal n. 11.108 de 2005);
  • Se terá doula;
  • Se será atendida pelo plantonista ou equipe contratada de escolha;

Seu posicionamento em relação às intervenções no trabalho de parto como:

  • Tricotomia (raspagem dos pelos pubianos);
  • Enema (lavagem intestinal);
  • Soro com ocitocina ou outros hormônios de indução;
  • Liberdade de alimentar-se e beber líquidos;
  • Liberdade de movimentar-se;
  • Uso de métodos não farmacológicos de alívio da dor (anestesia);
  • Ruptura artificial da membrana aminiótica (bolsa amniótica)

Entre outros...

Seu posicionamento quanto aos aspectos mais pessoais como:

  • Iluminação ambiente;
  • Músicas;
  • O que pode te dar força em momentos difíceis;
  • O que pode te atrapalhar (muitas pessoas observando, perguntas lógicas por exemplo);
  • Usar a roupa que você escolher;
  • Fotos e vídeos (se gostaria, quem os fará e como).

Exemplo de plano de parto

Por um casal que optou por um parto hospitalar:

Estamos cientes de que o parto pode tomar diferentes rumos. Abaixo listamos nossas preferências em relação ao parto e nascimento do nosso filho, caso tudo transcorra bem. Sempre que os planos não puderem ser seguidos, gostaríamos de ser previamente avisados e consultados a respeito das alternativas.

Trabalho de parto: - presença de meu marido e doula. - sem tricotomia (raspagem dos pelos pubianos) e enema (lavagem intestinal). - sem perfusão contínua de soro e ou ocitocina - liberdade para beber água e sucos enquanto seja tolerado. - liberdade para caminhar e escolher a posição que quero ficar. - liberdade para o uso ilimitado da banheira e/ou chuveiro. - monitoramento fetal: apenas se for essencial, e não contínuo. - analgesia: peço que não seja oferecido anestésicos ou analgésicos. Eu pedirei quando achar necessário. - sem rompimento artificial de bolsa.

Parto: - prefiro ficar de cócoras ou semi-sentada (costas apoiadas). - prefiro fazer força só durante as contrações, quando eu sentir vontade, em vez de ser guiada. Gostaria de um ambiente especialmente calmo nesta hora. - não vou tolerar que minha barriga seja empurrada para baixo. - episiotomia: só se for realmente necessário. Não gostaria que fosse uma intervenção de rotina. - gostaria que as luzes fossem apagadas (penumbra) e o ar condicionado desligado na hora do nascimento. Gostaria que meu bebe nascesse em ambiente calmo e silencioso. - gostaria de ter meu bebe colocado imediatamente no meu colo após o parto com liberdade para amamentar. - gostaria que o pai cortasse o cordão após o mesmo ter parado de pulsar.

Após o parto: - aguardar a expulsão espontânea da placenta, sem manobras, tração ou massagens. Se possível ter auxílio da amamentação. - ter o bebê comigo o tempo todo enquanto eu estiver na sala de parto, mesmo para exames e avaliação. - liberação para o apartamento o quanto antes com o bebê junto comigo. Quero estar ao seu lado nas primeiras horas de vida. - alta hospitalar o quanto antes.

Cuidados com o bebê: - administração de nitrato de prata ou antibióticos oftálmicos apenas se necessário e somente após o contato comigo nas primeiras horas de vida. - administração de vitamina K oral (nos comprometemos em dar continuidade nas doses). - quero fazer a amamentação sob livre demanda. - em hipótese alguma, oferecer água glicosada, bicos ou qualquer outra coisa ao bebê. - alojamento conjunto o tempo todo. Pedirei para levar o bebê caso esteja muito cansada ou necessite de ajuda. - gostaria de dar o banho no meu bebê e fazer as trocas (ou eu ou meu marido).

Caso a cesárea seja necessária: - exijo o início do trabalho de parto antes de se resolver pela cesárea. - quero a presença da doula e de marido na sala de parto. - anestesia: peridural, sem sedação em momento algum. - na hora do nascimento gostaria que o campo fosse abaixado para que eu possa vê-lo nascer. - gostaria que as luzes e ruídos fossem reduzidas e o ar condicionado desligado. - após o nascimento, gostaria que colocassem o bebê sobre meu peito e que minhas mãos estejam livres para segura-lo. - gostaria de permanecer com o bebe no contato pele a pele enquanto estiver na sala de cirurgia sendo costurada. - também gostaria de amamentar o bebê e ter alojamento conjunto o quanto antes. Agradeço muito a equipe envolvida e a ajuda para tornar esse momento especial e tão importante para nós em um momento também feliz e tranquilo como deve ser.

Muito obrigada,


Modelo

PLANO DE PARTO CESARIANA

Nome da Mãe, Nome do Pai e Nome do Bebê. Equipe: Obstetra: Nome Hospital:

I- Nossa filosofia para o nascimento: Meu parto será uma cesariana.

II- Nestas circunstâncias, queremos que a obstetra discuta conosco todos os procedimentos e medicação antes da administração para que eu me sinta segura e informada.

III- A experiência do nascimento e ambiente. Eu gostaria: Que meu parceiro fique comigo durante a anestesia e toda a cirurgia;· Que o ar condicionado esteja desligado, para meu bebê ficar no pele a pele sem sentir frio;· Ter as mãos livres, para poder, na hora certa segurar meu bebê;· O pano seja baixado para eu ver meu bebê sair;· De preferência que não tenha conversas paralelas na sala de cirurgia, gostaria de me concentrar para receber meu bebê;· Seja oferecido ao meu marido cortar o cordão umbilical;· Que espere o tempo necessário para cortar o cordão;· Se o bebê estiver bem que ele fique comigo, deixando os primeiros procedimentos para depois da hora de ouro;· Que seja respeitado o pele a pele durante a 1ª hora · Não tenha panos, cobertores e nada entre eu e meu bebê no pele a pele;· Tenha auxílio para que meu bebê pegue o peito nessa primeira hora;

IV- Procedimentos com o recém-nascido: Gostaria que o primeiro exame médico fosse feito apenas depois de já termos estabelecido um vínculo mãe-bebê, desejo que meu bebê receba vitamina K intramuscular no colo do meu marido e que seja aplicado o colírio.· Gostaria que a aspiração fosse feita somente se necessário.· Não quero dar banho no bebê na maternidade.· Planejo amamentar exclusivamente. Por favor, não ofereça NADA ao bebê. (Caso seja realmente necessário, gostaria que fosse oferecido no copinho 1ª opção: meu leite extraído 2ª opção: fórmula no copinho (não gostaria que usassem mamadeira).

Modelo

PLANO DE PARTO NORMAL

Procure conversar bastante com sua médica sobre seu plano, envolva ela no seu desejo de amamentar que sua cesariana seja humanizada e cheia de amor. Dentro do possível conheça antes a pediatra que irá te acompanhar no parto, converse com ela e pergunte todas suas dúvidas. Medite e converse com seu bebê, conte para ele que logo vocês irão se conhecer, que ele vai nascer envolvido de amor, para não ter medo que a mamãe e o papai estão loucos para pega-lo no colo.Procure uma consultora de amamentação para você se preparar para os primeiros dias que são cheios de novidades, aprendizados e muito difíceis. Não desista da amamentação, é importante para saude da mamãe e do bebê, estabelecer vínculo.

Qual é a importância do aleitamento materno?

O aleitamento materno reduz em 13% a mortalidade até os cinco anos, evita diarreia e infecções respiratórias, diminui o risco de alergias, diabetes, colesterol alto e hipertensão, leva a uma melhor nutrição e reduz a chance de obesidade.

Modelo

PLANO DE PARTO NATURAL

Nome da Mãe, Nome do Pai e Nome do Bebê Equipe: Obstetra: Nome Doula: Hospital:

I- Nossa filosofia para o nascimento: queremos que o parto seja o mais natural e fisiológico possível. O plano de parto expressa nossos desejos e preferências para o nascimento do nosso bebê. Nós nos informamos antes de fazer as escolhas abaixo, e entendemos que há situações onde nossas escolhas podem não ser possíveis.

II- Nestas circunstâncias, queremos que a obstetra discuta conosco qualquer procedimento ou medicação antes da administração e que nos seja dada a chance de escolher após consentimento informado.

III- O ambiente Gostaria que meu marido estivesse comigo desde a entrada no hospital e durante todo o trabalho de parto. Quero que ele também seja acolhido e cuidem do bem estar dele. Quero que minha Doula me acompanhe (nome e fone da doula), caso o hospital ainda não esteja permitindo 2 acompanhantes, quero que a doula e marido revezem e que eu nunca fique sozinha durante meu trabalho de parto. Detalhes especiais que eu gostaria de ter durante meu trabalho de parto: pouca luminosidade, pouca interferência, pouco barulho, a música será a playlist que está no meu celular. Caso eu sinta que preciso de coisas diferentes quero ser escutada e respeitada em minhas escolhas no momento.

IV- A experiência do nascimentoEsperamos ter: Parto vaginal Eu prefiro:· Que meu parceiro não seja separado de mim em nenhum momento do trabalho de parto· Não ter soro com ocitocina de rotina· Ter poucos exames vaginais · Comer durante o trabalho de parto · Beber durante o trabalho de parto· Quero ser lembrada de comer e beber· Não ter meu trabalho de parto acelerado desde que eu e meu bebê estejamos bem· Que a rotura das membranas aconteça naturalmente· Podem usar óleos que estiverem na mala da maternidadeSe meu trabalho de parto tiver que ser induzido, eu prefiro:1º Métodos naturais (massagens, acupuntura, homeopatia)2º Descolamento de membranas 3º Comprimido de prostaglandinasEu gostaria de passar a fase de dilatação em casa e ir o mais adiantada possível para a maternidade. Eu não quero ser submetida a enema, depilação da área púbica nem acesso venoso.Eu só gostaria de receber medicação para alívio da dor se eu solicitar. Por favor, não me ofereça analgesia. Caso eu solicite, tentar primeiro métodos não farmacológicos como: chuveiro, técnicas de respiração, meditação, massagem, acupuntura. Ver minha preferência no momento.

V- O nascimento (período expulsivo) Quando estiver tendo os “puxos”, gostaria de estar na posição que me sentir mais confortável. Quero ser lembrada da respiração; Eu ainda gostaria de empurrar o bebê apenas quando eu sentir necessidade (Puxo espontâneo). Não ter limites de tempo para o período expulsivo, desde que eu e meu bebê estejamos bem. Tocar a cabeça do meu bebê assim que ele coroar. O meu marido (colocar o nome), se desejar na hora, deve amparar o bebê (nome).Sobre a episiotomia: Eu prefiro o risco de uma laceração do que ter uma episiotomia.(pense sobre isso) Mas não me oponho caso seja mesmo necessário, gostaria de ser avisada pela médica antes disso acontecer.

VI- Depois do nascimento, o cordão umbilical: verificar se meu marido gostaria de cortá-lo, esperar até que o cordão pare de pulsar para cortá-lo.A placenta: placenta expulsa espontaneamente da parede do útero.Gostaria de segurar meu bebê: imediatamente após o nascimento, por favor, coloque meu bebê em meu colo e que todos os procedimentos necessários sejam feitos com ele em meus braços. Gostaria que a hora de ouro seja respeitada. Favor me ajudar a colocar meu bebê no peito, ajudar a melhor posição para amamentação e instruções de como fazer isso da melhor forma.

VII- Procedimentos com o recém-nascido: Gostaria que o primeiro exame médico fosse feito apenas depois de já termos estabelecido um vínculo mãe-bebê, desejo que meu bebê receba vitamina K intramuscular no meu colo ou no colo do meu marido, caso eu esteja impossibilitada e que sim ou não seja aplicado o colírio.· Gostaria que a aspiração fosse feita somente se necessário.· Não quero dar banho no bebê na maternidade.· Planejo amamentar exclusivamente. Por favor, não ofereça NADA ao bebê. (Caso seja realmente necessário, gostaria que fosse oferecido no copinho 1ª opção: meu leite extraído 2ª opção: fórmula no copinho (não gostaria que usassem mamadeira)· Gostaria de ter meu bebê o tempo todo comigo.

Se uma cesariana for necessária somente se for necessário: Eu gostaria de estar consciente durante o procedimento, gostaria de ter meu parceiro comigo durante todo o tempo, gostaria de ter o campo abaixado de maneira que possa ver o bebê saindo, por favor deixem minhas mãos livres e por favor explique a cirurgia para mim enquanto ela acontece. Gostaria que o ar condicionado fosse desligado e as luzes abaixadas. Que o pele a pele seja respeitado logo após o nascimento, se estiver tudo bem com meu bebê. Não gostaria do meu bebê no pele a pele com nenhum tecido, manta, cobertor entre nós. Amamentação ainda na sala de cirurgia, para isso vou precisar de auxílio. Caso seja necessário levá-lo para outro local, quero que me informem e o meu marido o acompanhe o tempo todo.

Venha nos visitar

Onde Estamos

Você precisa acessar sua conta para ver este conteúdo. Por favor . Não é um membro? Junte-se a nós
ÁREA DO CLIENTE